benefIcios

10 benefícios preferidos pelos trabalhadores

Saiba quais os benefícios que os empregados preferem hoje em dia e porque é importante manter-se no topo do jogo, desde o horário flexível a programas de bem-estar abrangentes, descubra como pode adaptar o seu pacote de benefícios para satisfazer não só as necessidades, mas também os desejos da sua equipa

1. porque é que é importante estar atento ao bem-estar dos seus empregados?

Estar atento ao bem-estar dos seus empregados é crucial por várias razões, todas elas com um impacto significativo no sucesso e na sustentabilidade de qualquer organização:

  • Produtividade melhorada: Os empregados felizes e saudáveis tendem a ser mais produtivos. Quando os empregados se sentem bem física e mentalmente, podem concentrar-se melhor e realizar as suas tarefas de forma mais eficiente.
  • Retenção de talentos: As empresas que dão prioridade ao bem-estar dos seus empregados tendem a ter taxas de rotatividade mais baixas. Os funcionários que se sentem cuidados e valorizados tendem a permanecer nos seus empregos durante mais tempo, reduzindo os custos e as dificuldades associadas à contratação e formação de novos funcionários.
  • Ambiente de trabalho positivo: A focalização no bem-estar pode melhorar a moral e promover um ambiente de trabalho mais positivo e colaborativo. Isto não só melhora a qualidade de vida profissional dos empregados, como também pode estimular a criatividade e a inovação.
  • Reduzir o absentismo: Os problemas de saúde, tanto físicos como mentais, são uma causa comum de ausência do trabalho. Ao cuidar do bem-estar dos empregados, as empresas podem reduzir o absentismo e garantir que a sua equipa está presente e empenhada.
  • Reputação da empresa: As organizações conhecidas por cuidarem bem dos seus empregados tendem a ter uma melhor imagem pública. Isto pode ser um fator decisivo para atrair novos talentos e pode também influenciar positivamente as relações com os clientes e outras partes interessadas.
  • Conformidade legal e redução de riscos: A preocupação com o bem-estar dos colaboradores ajuda as empresas a cumprir os regulamentos laborais e de saúde, reduzindo o risco de litígios e outras complicações legais.
  • Responda às necessidades em constante mudança: O bem-estar dos colaboradores não é um conceito estático; muda com as tendências sociais e as circunstâncias pessoais. Estar atento a estas necessidades em mudança pode ajudar uma empresa a adaptar-se rapidamente a situações como uma crise de saúde pública ou mudanças nas expectativas de trabalho.
  • Desenvolvimento pessoal e profissional: A focalização no bem-estar pode incluir oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional, o que não só beneficia os funcionários nas suas carreiras, como também enriquece a sua contribuição para a empresa.

Em suma, o bem-estar dos colaboradores é um aspeto integrante de uma gestão empresarial ética e bem sucedida, contribuindo diretamente para o bem-estar dos colaboradores e para o desempenho e reputação da empresa.

2. quais são os benefícios que os trabalhadores preferem atualmente?

Os benefícios preferidos dos trabalhadores evoluíram de forma a refletir um maior enfoque no equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, no bem-estar holístico e na flexibilidade. Alguns dos benefícios mais valorizados incluem:

2.1 Horário Flexível e Flexibilidade no Local de Trabalho

O benefício do horário de trabalho flexível e da flexibilidade no local de trabalho é uma política de local de trabalho que permite aos empregados ter um maior controlo sobre quando e onde fazem o seu trabalho. Esta abordagem flexível reconhece que o desempenho profissional nem sempre tem de estar ligado a um horário fixo ou a um local específico. Eis alguns dos principais aspectos deste benefício:

  • Horários flexíveis: Os empregados podem escolher o seu horário de trabalho dentro de certos limites. Por exemplo, em vez de aderir a um horário normal das 9 às 5, um empregado pode optar por começar e terminar o seu dia mais cedo ou mais tarde, desde que cumpra o total de horas exigido ou conclua as suas tarefas.
  • Trabalho à distância: Os trabalhadores podem trabalhar fora do escritório, geralmente em casa, mas também em cafés, espaços de coworking ou mesmo em cidades ou países diferentes. Este aspeto é particularmente relevante no contexto atual, em que muitas empresas adoptaram modelos de trabalho híbridos ou totalmente remotos.
  • Semana de trabalho comprimida: Algumas organizações permitem que os empregados trabalhem o seu número habitual de horas por semana em menos dias, por exemplo, completando 40 horas em 4 dias em vez de 5, o que resulta num dia de folga adicional por semana.
  • Autonomia e confiança: Este benefício baseia-se na confiança de que os empregados irão gerir o seu tempo e responsabilidades de forma eficaz, sem necessidade de supervisão constante.
  • Equilíbrio trabalho-vida: A flexibilidade ajuda os empregados a equilibrar melhor os seus compromissos de trabalho com as suas responsabilidades e actividades pessoais, o que pode melhorar o seu bem-estar geral e reduzir o stress.
  • Inclusão e diversidade: Facilita a inclusão de pessoas com diferentes necessidades e circunstâncias, como os pais que precisam de ajustar o seu horário em função dos filhos, as pessoas com deficiência que exigem um ambiente de trabalho específico ou as que vivem longe do escritório.

Esta tendência para o trabalho flexível está a ser impulsionada por mudanças na tecnologia, pelas expectativas dos trabalhadores e pelo reconhecimento de que uma maior flexibilidade pode levar a uma maior satisfação no trabalho e produtividade.

2.2 Saúde e bem-estar

O benefício da saúde e do bem-estar no local de trabalho refere-se a programas e políticas implementados pelas empresas para promover e manter a saúde física, mental e emocional dos seus empregados. Esta abordagem holística reconhece que o bem-estar geral dos trabalhadores é crucial para o seu desempenho e satisfação no trabalho. Os elementos de um programa de saúde e bem-estar podem incluir:

  • Seguro de saúde: Cobertura de saúde que pode incluir cuidados médicos gerais, de especialidade, dentários e oftalmológicos.
  • Programas de bem-estar mental: Acesso a serviços de aconselhamento, terapia e programas de gestão do stress para apoiar a saúde mental dos empregados.
  • Programas de fitness e atividade física: Subsídios ou descontos em ginásios, aulas de ioga ou de fitness, competições desportivas internas ou mesmo instalações desportivas no local.
  • Programas de nutrição e alimentação saudável: Ofereça opções de alimentos saudáveis nas cantinas das empresas ou subsídios para refeições nutritivas.
  • Iniciativas de prevenção de doenças: Campanhas de vacinação, check-ups médicos regulares e programas de deteção precoce de doenças.
  • Apoio ao bem-estar financeiro: Programas de aconselhamento e planeamento financeiro para reduzir o stress relacionado com as finanças pessoais.
  • Flexibilidade para necessidades de saúde: Licença para consultas médicas, políticas flexíveis de baixa por doença e apoio aos trabalhadores que regressam ao trabalho após doença ou lesão.
  • Espaços de trabalho saudáveis: conceção ergonómica do local de trabalho, iluminação adequada, espaços de descanso e áreas verdes para promover um ambiente de trabalho saudável.
  • Programas de saúde mental e resiliência: Workshops e recursos para melhorar a resiliência, gerir o stress e promover uma atitude positiva.
  • Cultura organizacional saudável: Fomentar um ambiente de trabalho que promova o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, reduza o stress relacionado com o trabalho e incentive os funcionários a cuidar da sua saúde e bem-estar.

Estes benefícios não só ajudam a manter os empregados saudáveis e felizes, como também podem levar à redução do absentismo, ao aumento da produtividade e à melhoria da moral e do envolvimento geral da equipa. Além disso, as empresas que investem na saúde e no bem-estar dos seus empregados são frequentemente vistas como empregadores mais atractivos e responsáveis.

2.3 Desenvolvimento profissional

O benefício do desenvolvimento profissional no contexto de trabalho refere-se às oportunidades e recursos que uma empresa oferece aos seus empregados para melhorar as suas aptidões, conhecimentos e competências, tanto na sua função atual como na sua carreira a longo prazo. Este benefício é crucial para o crescimento pessoal e profissional dos trabalhadores e pode assumir várias formas:

  • Formações e Workshops: Programas de formação em competências específicas relacionadas com o trabalho, tais como workshops sobre liderança, gestão de projectos, competências técnicas, comunicação eficaz, entre outros.
  • Educação contínua e cursos: Subsídios ou reembolsos para cursos universitários, programas de pós-graduação, cursos online ou certificações profissionais que alargam a base de conhecimentos do empregado.
  • Conferências e seminários: Oportunidades para participar em eventos, conferências, seminários ou workshops relevantes para a indústria que permitam aos empregados manterem-se a par das últimas tendências e melhores práticas na sua área.
  • Mentoring e Coaching: Programas de mentoring onde os colaboradores podem aprender com colegas mais experientes ou líderes dentro da organização, bem como acesso a coaching profissional para desenvolvimento pessoal e de carreira.
  • Planeamento de carreira personalizado: Assistência no planeamento de carreira, incluindo a identificação de objectivos de carreira e a definição de um caminho para os alcançar dentro da empresa.
  • Rotação de funções e experiência multidisciplinar: Oportunidades de trabalhar em diferentes departamentos ou projectos, permitindo aos empregados adquirir uma experiência mais diversificada e uma melhor compreensão do funcionamento global da empresa.
  • Rede profissional: Incentive a criação de redes profissionais, tanto a nível interno como no sector em geral, o que pode abrir portas a futuras oportunidades de colaboração e desenvolvimento.
  • Feedback e avaliações de desempenho: Faça avaliações regulares que forneçam feedback construtivo e orientações sobre como os funcionários podem melhorar e avançar nas suas carreiras.

Esta abordagem ao desenvolvimento profissional não só beneficia os colaboradores em termos de crescimento pessoal e satisfação no trabalho, como também beneficia as empresas ao melhorar as competências e capacidades da sua força de trabalho, conduzindo a um melhor desempenho e competitividade no mercado.

2.4 Férias e folgas

Este benefício diz respeito às políticas e práticas de uma empresa que permitem aos trabalhadores ausentar-se do trabalho para descansar, recuperar e tratar de assuntos pessoais. Este benefício é essencial para o bem-estar e o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal dos trabalhadores. Inclui vários aspectos:

  • Férias pagas: Dias de férias anuais em que o empregado recebe o seu salário normal. Este tempo permite-lhe descansar e desligar-se do trabalho, o que é fundamental para manter uma boa saúde mental e física.
  • Feriados e dias feriados: Dias de folga adicionais concedidos pela empresa durante feriados nacionais ou locais.
  • Dias pessoais: Dias de folga que os empregados podem utilizar para assuntos pessoais, como consultas médicas, assuntos familiares ou simplesmente para uma pausa pessoal.
  • Licença por doença: Licença paga para recuperar de uma doença, que garante que os empregados não são obrigados a trabalhar quando estão física ou mentalmente incapacitados para o fazer.
  • Licença especial: Inclui licença de maternidade/paternidade, luto ou emergências familiares. Estas licenças reconhecem a importância de tirar tempo para eventos significativos da sua vida pessoal.
  • Licençassabáticas: Algumas empresas oferecem a opção de tirar um período de tempo mais longo, como uma licença sabática, que pode ser utilizada para viagens, estudos ou outras actividades pessoais.
  • Flexibilidade no planeamento das férias: Permita que os funcionários escolham quando tirar férias e facilite a aprovação desses períodos, respeitando as necessidades e preferências individuais.
  • Políticas de não acumulação de tempo de férias: Algumas empresas implementam políticas que encorajam os empregados a gozar o seu tempo de férias todos os anos, em vez de o acumularem, para promover um equilíbrio saudável entre a vida profissional e pessoal.

Estes benefícios não só melhoram a satisfação e a moral dos empregados, como também ajudam a reduzir o stress e o esgotamento, o que, a longo prazo, pode melhorar a produtividade e a retenção dos empregados. Uma política generosa de férias e folgas é frequentemente um fator importante para atrair e reter talentos.

2.5 Benefícios para a família

Os benefícios familiares no local de trabalho são políticas e programas oferecidos pelas empresas para apoiar os empregados nas suas responsabilidades familiares. Estes benefícios reconhecem que o equilíbrio entre a vida profissional e a vida privada é crucial para o bem-estar e a satisfação dos trabalhadores e que as obrigações familiares desempenham um papel importante na vida de muitos trabalhadores. Incluem várias iniciativas:

Licença de maternidade e paternidade: Tempo livre pago ou parcialmente pago para novos pais após o nascimento ou adoção de uma criança. Isto permite que os pais passem tempo com o seu novo filho sem a preocupação financeira de não trabalhar.

  • Cuidados infantis: Subsídios ou serviços de cuidados infantis, tais como creches no local de trabalho ou contribuições para ajudar a cobrir o custo dos cuidados infantis enquanto os pais trabalham.
  • Horários parentais flexíveis: Permitir que os pais ajustem os seus horários de trabalho para acomodar as responsabilidades de cuidados infantis, tais como levar as crianças à escola ou participar em eventos escolares.
  • Seguro de saúde familiar: Cobertura de seguro de saúde que inclui os dependentes do empregado, como o cônjuge e os filhos.
  • Apoio educativo aos filhos: Benefícios como bolsas de estudo para os filhos dos empregados ou programas de assistência educativa.
  • Licença de emergência familiar: Licença de ausência do trabalho devido a emergências relacionadas com a família, tais como doença ou assistência a familiares idosos.
  • Programas de assistência à família: Aconselhamento e apoio para questões relacionadas com a família, tais como aconselhamento matrimonial ou parental.
  • Eventos familiares empresariais: Organização de eventos como dias em família, piqueniques ou festas sazonais, que permitem aos empregados partilhar tempo de qualidade com a sua família e colegas.

Estes benefícios não só ajudam os empregados a gerir melhor as suas responsabilidades familiares, como também demonstram um compromisso por parte da empresa para com o bem-estar geral dos seus empregados. Ao apoiar os empregados na sua vida familiar, as empresas podem melhorar a moral, a lealdade e a produtividade, ao mesmo tempo que se posicionam como locais de trabalho atractivos para os talentos actuais e futuros.

beneficiostrabalhadores

2.6 Seguros de vida e de invalidez

Os seguros de vida e de invalidez são tipos de coberturas oferecidas pelas empresas como parte dos benefícios dos seus empregados. Estes seguros proporcionam proteção financeira em caso de acontecimentos inesperados que podem ter um impacto significativo na vida do trabalhador e dos seus dependentes.

  • Seguro de vida: Este tipo de seguro oferece um montante em dinheiro aos beneficiários do trabalhador (geralmente familiares próximos, como o cônjuge ou os filhos) em caso de morte do trabalhador. O objetivo é proporcionar um apoio financeiro para ajudar a cobrir despesas imediatas e futuras, tais como despesas de funeral, dívidas pendentes, educação dos filhos, entre outras.
  • Seguro de Invalidez: Esta cobertura destina-se a apoiar financeiramente o trabalhador no caso de este sofrer uma incapacidade que o impeça de trabalhar temporária ou permanentemente. Pode ser de dois tipos:
  • Invalidez de Curto Prazo: Cobre uma fração do salário do trabalhador durante um período limitado, normalmente alguns meses, caso este fique impossibilitado de trabalhar devido a uma doença ou lesão temporária.
  • Incapacidade alongo prazo: Proporciona uma compensação financeira por um período mais longo ou até que o trabalhador possa regressar ao trabalho ou atingir a idade da reforma, no caso de a incapacidade ser mais grave ou permanente.

Ambos os tipos de seguro são essenciais para proporcionar paz de espírito e segurança financeira aos empregados e às suas famílias. Ao incluir estes benefícios, as empresas demonstram o seu compromisso com o bem-estar e a proteção dos seus trabalhadores, o que pode ser um fator importante para atrair e reter talentos. Além disso, estes seguros ajudam os empregados a sentirem-se mais seguros, sabendo que eles e as suas famílias estarão protegidos contra circunstâncias imprevistas.

2.7 Planos de reforma ou de pensões

Os planos de reforma ou de pensões são programas de benefícios para os trabalhadores que os ajudam a poupar e a investir para a reforma. Estes planos são uma parte importante do pacote de compensação total de uma empresa para os seus empregados e são concebidos para proporcionar segurança financeira na fase pós-reforma da vida ativa de um empregado.

Estes planos são fundamentais para o planeamento financeiro a longo prazo dos trabalhadores e desempenham um papel crucial na garantia da sua estabilidade financeira na reforma. A oferta de um plano de reforma atrativo pode ser um fator importante para atrair e reter talentos, bem como para melhorar a satisfação e a lealdade dos colaboradores.

2.8 Bónus e compensação pelo desempenho

Os bónus e as compensações relacionadas com o desempenho são formas de remuneração adicional que as empresas oferecem aos trabalhadores, para além do seu salário base, em reconhecimento do seu desempenho, realizações ou contribuições para a organização. Estes incentivos destinam-se a motivar e a recompensar os trabalhadores por um trabalho excecional ou por atingirem determinados objectivos. Os principais aspectos destas recompensas incluem:

  • Bónus: São pagamentos únicos atribuídos por uma variedade de razões, tais como o desempenho excecional dos colaboradores, a realização de objectivos específicos da empresa ou a conclusão de grandes projectos. Os bónus podem ser um montante fixo ou uma percentagem do salário do colaborador.
  • Compensação baseada no desempenho: Este tipo de compensação está diretamente relacionado com o desempenho do colaborador. Pode basear-se em avaliações de desempenho individuais, no cumprimento de objectivos específicos ou no sucesso da empresa como um todo.
  • Comissões: Comum nas funções de vendas, as comissões são pagamentos efectuados com base nos resultados alcançados, como o volume de vendas gerado pelo empregado.
  • Participaçãonos lucros: Algumas empresas oferecem aos trabalhadores uma participação nos lucros, dando-lhes um sentido de propriedade e participação no sucesso da empresa.
  • Planos de incentivos a longo prazo: incluem opções de compra de acções, acções restritas ou planos de participação no capital, e destinam-se a recompensar e reter os empregados a longo prazo.
  • Bónus de indicação: Recompensas dadas aos empregados por indicarem candidatos bem sucedidos para posições dentro da empresa.
  • Recompensasnão monetárias: Para além dos bónus em dinheiro, algumas empresas oferecem recompensas não monetárias, tais como viagens, prémios, reconhecimento especial ou experiências exclusivas.

Os bónus e a compensação baseada no desempenho são eficazes para motivar os colaboradores a trabalharem para objectivos específicos e a esforçarem-se por obter um desempenho excecional. Também ajudam a alinhar os interesses dos colaboradores com os objectivos da empresa, promovendo um ambiente de trabalho mais produtivo e orientado para os resultados. Além disso, estas recompensas podem ajudar a atrair e reter talentos, uma vez que os colaboradores valorizam frequentemente o reconhecimento dos seus esforços e contribuições.

2.9 Benefícios do trabalho remoto

Os benefícios do trabalho remoto são aqueles que as empresas oferecem para apoiar e melhorar a experiência dos colaboradores que trabalham fora do escritório tradicional, muitas vezes a partir de casa. Estes benefícios são concebidos para facilitar um ambiente de trabalho produtivo e saudável, mesmo quando os empregados não estão fisicamente presentes no escritório. Incluem:

  • Tecnologia e equipamento: Fornecer aos empregados as ferramentas necessárias para realizarem o seu trabalho de forma eficaz, tais como computadores, software especializado e acesso a sistemas e redes seguros.
  • Reembolso de despesas de Internet e telefone: Cobrir os custos adicionais associados à utilização da Internet e do telefone em casa, que são essenciais para o trabalho remoto.
  • Mobiliário e Ergonomia: Ofereça subsídios ou reembolsos para a compra de mobiliário ergonómico, como cadeiras e secretárias de escritório, para criar um espaço de trabalho confortável e saudável em casa.
  • Flexibilidade de horários: Permita aos empregados alguma flexibilidade nos seus horários de trabalho, reconhecendo que o trabalho à distância pode facilitar um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.
  • Apoio ao bem-estar mental: Forneça recursos e apoio à saúde mental, reconhecendo que o trabalho à distância pode trazer desafios como o isolamento ou a dificuldade em desligar-se do trabalho.
  • Formação em gestão do trabalho à distância: Ofereça formação sobre como trabalhar eficazmente à distância, incluindo gestão do tempo, comunicação digital e estabelecimento de limites entre o trabalho e a vida pessoal.
  • Oportunidades de interação social e de criação de redes: Organize reuniões regulares, virtuais ou presenciais, para promover a coesão da equipa e manter uma cultura empresarial forte.
  • Acesso a espaços de coworking: Para aqueles que preferem um ambiente de escritório ou precisam de um espaço de trabalho alternativo, o acesso a espaços de coworking pode ser uma opção valiosa.

Estes benefícios não só ajudam a garantir que os funcionários têm tudo o que precisam para trabalhar eficazmente a partir de casa, mas também mostram um compromisso por parte da empresa com o bem-estar e a satisfação dos seus funcionários num ambiente de trabalho remoto.

2.10 Cultura de trabalho e reconhecimento

A cultura e o reconhecimento do trabalho no contexto empresarial referem-se aos valores, comportamentos, práticas e ambiente social que caracterizam a vida numa organização. A cultura de trabalho é a atmosfera geral criada no local de trabalho, enquanto o reconhecimento é uma parte importante dessa cultura, centrando-se na forma como os contributos dos colaboradores são valorizados e celebrados. Ambos são fundamentais para o sucesso de uma empresa e para a satisfação dos seus trabalhadores.

2.10.1 Cultura de trabalho

  • Valores e normas: Os valores fundamentais da empresa e as normas de comportamento que orientam as interacções e decisões diárias.
  • Comunicação e Colaboração: O grau de abertura e transparência na comunicação, bem como a facilidade de colaboração entre equipas e departamentos.
  • Ambiente de trabalho: O ambiente físico e emocional em que os empregados desempenham as suas tarefas, incluindo a disposição do escritório, as áreas comuns e a atmosfera geral.
  • Equilíbrio Trabalho-Vida: A forma como a empresa facilita e respeita o equilíbrio entre o trabalho e as responsabilidades pessoais dos colaboradores.
  • Inclusão e Diversidade: O grau em que a diversidade em todas as suas formas é promovida e respeitada e em que é criado um ambiente inclusivo onde todos se sentem valorizados.

2.10.2 Reconhecimento

  • Reconhecimentodo desempenho: A forma como o bom desempenho é reconhecido e recompensado, incluindo promoções, bónus, elogios públicos, etc.
  • Celebração do Sucesso: A forma como a empresa celebra os sucessos, tanto a nível individual como de equipa.
  • Feedback positivo: A regularidade e a qualidade do feedback positivo dado aos colaboradores.
  • Programas de prémios: Iniciativas formais de reconhecimento de contribuições excepcionais, como o empregado do mês, prémios de serviço, entre outros.
  • Reconhecimento informal: O grau em que é encorajado o reconhecimento quotidiano e menos formal entre colegas.

Uma cultura de trabalho positiva e um sistema de reconhecimento eficaz podem melhorar significativamente a moral, a motivação e o empenho dos colaboradores. Isto não só contribui para um ambiente de trabalho mais agradável, como também pode resultar num aumento da produtividade, numa melhor retenção dos colaboradores e numa imagem pública mais positiva da empresa.

3. Conselhos para a implementação de um plano de benefícios para os trabalhadores

A implementação de um plano eficaz de benefícios para os trabalhadores requer um planeamento cuidadoso e a consideração das necessidades e expectativas dos seus trabalhadores. Seguem-se algumas sugestões para orientar este processo:

  • Avalie as necessidades dos colaboradores: Realize inquéritos ou grupos de discussão para compreender quais os benefícios que os seus colaboradores mais valorizam. Cada grupo de colaboradores pode ter necessidades e preferências diferentes.
  • Defina objectivos claros: Determine o que pretende alcançar com o seu plano de benefícios. Isto pode incluir atrair talentos, melhorar a satisfação e a retenção dos colaboradores , aumentar a produtividade ou melhorar a saúde e o bem-estar da sua equipa.
  • Pesquise e compare opções: Analise as diferentes opções de benefícios e compare os fornecedores. Considere factores como o custo, a facilidade de implementação e a compatibilidade com as necessidades dos seus colaboradores.
  • Inclua uma variedade de benefícios: Considere uma combinação de benefícios que abordem diferentes aspectos, como saúde, bem-estar, desenvolvimento profissional e equilíbrio entre vida profissional e pessoal.
  • Comunique o plano de forma eficaz: Certifique-se de que todos os colaboradores compreendem os benefícios disponíveis e como podem aceder aos mesmos. Uma comunicação clara e regular é fundamental.
  • Facilite o acesso aos benefícios: Simplifique o processo de acesso aos benefícios. Isto pode incluir a utilização de plataformas online para gerir os benefícios ou a existência de um ponto de contacto nos recursos humanos para questões.
  • Reveja e ajuste regularmente: O mercado de trabalho e as necessidades dos empregados mudam com o tempo. Reveja o seu plano de benefícios regularmente e faça os ajustes necessários.
  • Mantenha a equidade: Certifique-se de que o plano de benefícios é justo e equitativo para todos os empregados, independentemente da sua função ou nível na empresa.
  • Considere benefícios não tradicionais: Para além dos benefícios padrão, considere oferecer benefícios únicos ou não tradicionais que possam diferenciar a sua empresa como um local atrativo para trabalhar.
  • Monitorize o impacto: Avalie o impacto do seu plano de benefícios em termos de satisfação dos colaboradores, retenção e outros indicadores-chave de desempenho.

Um plano de benefícios bem concebido e executado pode ser uma ferramenta poderosa para apoiar o bem-estar dos seus empregados e o sucesso global da sua empresa. Lembre-se que os benefícios eficazes nem sempre têm de ser dispendiosos; muitas vezes, os benefícios mais valorizados são aqueles que demonstram que a empresa se preocupa genuinamente com os seus empregados.

Tickelia - 10 benefícios preferidos pelos trabalhadores

Descobre outros blogs da Tickelia

Tag
Compartilhar
Laura Sierra
Redactora de conteúdos na Inology. Licenciada em Comunicação Social e Jornalismo pela Universidad de La Sabana.
  • Os posts mais lidos de Gestión Empresarial
  • Redes sociais
    Artigos Mais Recentes
    Newsletter
    Os artigos mais
    lidos do Blog
    Demonstração

      Ver condições

      Artigos relacionados

      Integrar o ERP com o seu sistema de gestão de despesas é uma forma eficaz de otimizar as suas operações financeiras e tomar decisões comerciais

      ...

      Solicite uma demonstração

        Obtenha o Guia preenchendo este formulario


          Descarregue o nosso Guia para digitalizar as despesas empresariais!

          Descubra como automatizar o processo de gestão de despesas e os seus benefícios com o nosso Guia completamente gratuito.