Descubra como medir e utilizar os principais KPIs para gerir eficazmente as viagens de negócios.

Estratégias de gestão de viagens: os melhores KPIs

Descubra como medir e utilizar os principais KPIs para gerir eficazmente as viagens de negócios. Saiba como otimizar os custos, melhorar a satisfação dos viajantes e promover a sustentabilidade na gestão de viagens. Implemente ferramentas e estratégias para um controlo eficiente, garantindo a conformidade com a política e o planeamento futuro.

1. A importância dos KPIs na gestão eficiente das viagens de negócios

Gerir as viagens de negócios de forma eficiente é crucial para otimizar os custos e melhorar a satisfação dos colaboradores. A utilização de KPIs (Key Performance Indicators) permite medir e avaliar diferentes aspectos das viagens, facilitando a tomada de decisões estratégicas e informadas. Os KPIs ajudam as empresas a identificar áreas de melhoria, a controlar as despesas e a garantir que as viagens de negócios cumprem os objectivos estratégicos.

2. Tipos de KPIs na gestão de viagens

Existem diferentes tipos de KPIs que podem ser utilizados na gestão das viagens de negócios:

  • KPIs financeiros: medem os custos associados às viagens, como o custo médio por viagem e as poupanças obtidas através de negociações e descontos.
  • Indicadores de qualidade: Avaliam a satisfação dos colaboradores com os serviços de viagens, incluindo a qualidade do alojamento, do transporte e do serviço ao cliente.
  • Indicadores de negócio: Analisam o cumprimento das políticas de viagem e a eficácia da gestão de reservas.
  • Indicadores de sustentabilidade: Medem a pegada de carbono das viagens e o impacto ambiental, incentivando práticas de viagem mais sustentáveis.

3. Principais KPIs para a gestão de viagens

Para gerir eficazmente as viagens de negócios, é essencial utilizar KPIs para medir e otimizar os diferentes aspectos do processo. Estes KPI incluem a adoção de ferramentas de reserva, a utilização de métodos de pagamento aprovados, o cumprimento das políticas de viagem, a poupança de descontos, a satisfação dos viajantes, as taxas de alteração e cancelamento, as reservas antecipadas, os relatórios de incidentes e a pegada de carbono. Cada um destes indicadores fornece informações valiosas para melhorar a eficiência e a sustentabilidade da gestão de viagens.

  • Adoção de uma ferramenta de reservas: Este KPI mede a taxa de adoção e utilização da ferramenta de reservas de viagens pelos colaboradores. Uma taxa de adoção elevada indica que a ferramenta é útil e fácil de utilizar, o que pode melhorar a eficiência da gestão de viagens.
  • Utilização de métodos de pagamento aprovados: Monitoriza a utilização de métodos de pagamento aprovados, garantindo que as transações são feitas de acordo com as políticas da empresa e facilitando o acompanhamento e controlo das despesas.
  • Percentagem de reservas que cumprem a política: Este KPI mede a percentagem de reservas de viagens que cumprem as políticas definidas pela empresa. Uma percentagem elevada de conformidade reflete uma boa gestão e disciplina no planeamento de viagens.
  • Poupanças com descontos em viagens de negócios: Analisa as poupanças obtidas através da negociação de descontos com fornecedores de serviços de viagens. Este KPI ajuda a identificar oportunidades de poupança e a avaliar a eficácia das estratégias de negociação.
  • Satisfação dos viajantes: Recolhe dados sobre a satisfação dos empregados com os serviços de viagens através de inquéritos e feedback. Este KPI é crucial para melhorar a experiência de viagem e aumentar a satisfação no trabalho.
  • Percentagem de alterações, remarcações e cancelamentos: Monitoriza a frequência de alterações e cancelamentos nas reservas de viagens, o que pode aumentar os custos e afetar a eficiência operacional. Este KPI ajuda a identificar problemas no planeamento de viagens e na logística.
  • Percentagem de reservas antecipadas: Mede a percentagem de reservas efetuadas com antecedência. As reservas antecipadas resultam frequentemente em custos mais baixos e num melhor planeamento logístico.
  • Número de relatórios de incidentes de viagem: mede o número de incidentes comunicados durante a viagem, tais como atrasos, problemas de segurança e outros imprevistos. Este KPI é vital para garantir a segurança e o bem-estar dos funcionários.
  • Pegada de carbono: Mede o impacto ambiental das viagens corporativas. Este KPI é importante para as empresas que procuram reduzir a sua pegada de carbono e promover práticas de viagem sustentáveis.
  Como motivar a sua força de vendas?

4. Implementação e monitorização dos KPIs

Para implementar e monitorizar estes KPIs de forma eficaz, devem ser utilizadas ferramentas e software especializados de gestão de viagens. Estas ferramentas permitem a recolha de dados em tempo real, facilitando a análise e a elaboração de relatórios. É crucial estabelecer um processo de implementação claro e ajustar continuamente os KPIs para refletir os objetivos empresariais e as necessidades em mudança.

4.1 Análise de dados e tomada de decisões

A interpretação dos dados recolhidos através dos KPIs é essencial para a tomada de decisões. A análise destes dados permite identificar áreas de melhoria, otimizar custos e melhorar a experiência de viagem dos empregados. Por exemplo, se for detetada uma elevada percentagem de reservas fora da política, podem ser implementadas medidas corretivas para melhorar a conformidade.

5. Benefícios da medição e gestão das viagens de negócios através de KPIs

A medição e gestão das viagens de negócios através de KPIs oferece inúmeros benefícios, desde o controlo de custos até à melhoria da satisfação e sustentabilidade dos colaboradores. À medida que as empresas adotam tecnologias avançadas para acompanhar e analisar estes indicadores, a gestão das viagens torna-se mais eficiente e alinhada com os objetivos estratégicos da organização. Implementar e ajustar estes KPIs de forma contínua garante que a gestão de viagens é sempre otimizada e eficaz, contribuindo para o sucesso global da empresa.

A implementação de um sistema robusto de KPI para a gestão de viagens não só ajuda a manter o controlo sobre as despesas, como também melhora a experiência dos colaboradores e promove práticas de viagem sustentáveis. Ao centrarem-se nos KPI corretos e ao utilizarem ferramentas avançadas para acompanhar e analisar os dados, as empresas podem transformar os seus programas de viagens numa vantagem estratégica que impulsiona o sucesso empresarial a longo prazo.

  Aplicação da Inteligência Artificial no sector financeiro das empresas
Automatize a gestão de despesas e viagens de empresa com Tickelia

Descobre outros blogs da Tickelia

Tag
Compartilhar
Gemma Mondéjar
Marketing Júnior no Departamento de Marketing da Inology. Licenciada em Comunicação e Indústrias Culturais pela Universitat de Barcelona.
  • Os posts mais lidos de Gestão de despesas
  • Redes sociais
    Artigos Mais Recentes
    Newsletter
    Os artigos mais
    lidos do Blog
    Demonstração

      Ver condições

      Artigos relacionados

      Que critérios utilizam as empresas para fixar as taxas de quilometragem para as viagens de negócios? Quando falamos de viagens de negócios, pensamos normalmente num

      ...

      As notas de despesas – ou relatórios de despesas – são os documentos que os trabalhadores utilizam para submeter as despesas efetuadas durante as viagens

      ...

      As notas de despesas são uma fonte de grande valor para uma empresa se forem analisadas correctamente, mas também podem ser um sinal de improdutividade

      ...

      Solicite uma demonstração

        Obtenha o Guia preenchendo este formulario


          Descarregue o nosso Guia para digitalizar as despesas empresariais!

          Descubra como automatizar o processo de gestão de despesas e os seus benefícios com o nosso Guia completamente gratuito.